13 de Janeiro – Terça-feira

Hoje fui ao Bar do Marinho, que fica localizado na Rua São João Evangelista que é a mesma rua que eu moro; só que eu moro no Santo Antonio no número 775 e o bar é no número 382. Mais que uns 3 quatro quarteirões, nos separa uma ladeira muito forte e as contra-mãos que me fazem passar muito rapidamente na porta deste bar.
Ele fica quase no limite entre o São Pedro e a favela, mas a rua é bem valorizada. Estavam lá, todos, a família: o Marinho, dono, atendendo e cobrando, a mulher na cozinha e os filhos, dois meninos, em volta. Ele aprece na foto, agachado ao lado dos fregueses na foto mais de longe.
A rua é bem sossegada, mas hoje devido à obras da Cemig estava barulhenta e os carros tinham que parar devido à redução do espaço na rua. O cardápio é daquele tipo antigo, caderninho com capa preta e 3 folhas cobertas com plástico. Estava em falta a moela que pretendi comer.
Quando saí às 19 e pouco, o bar já estava quase cheio. Tinha os homens pobres comuns, jovens tatuados e funcionários de empresa. É um bar frequentado por pessoas daquele local, devido à sua localização. Passou um homem negro, de meia idade, com jeito de louco e as pessoas das duas mesas, ao meu lado, comentaram sobre ele como se o conhecessem; comentários do tipo “a mãe dele morreu a uns 15 dias atrás e ele conhece fulano” demonstraram que eram todos, louco e fregueses, conhecidos.
Como fui a este bar sem avisar para ninguém e resolvi de última hora aonde eu ia, fui sozinho. Sozinho mesmo, sem uma revista ou jornal para ler, sem um radinho para ouvir e sem um papel para escrver qualquer coisa. Sozinho, solidão curtida como um bom frequentador de bares no final do dia.
Apenas uma Original e uma porção de carne cozida me acompanharam, suficientes para me adormecerem das 8 até às 11 horas, agora, quando escrevo.

Bar do Marinho

Bar do Marinho

Anúncios

4 Respostas para “13 de Janeiro – Terça-feira

  1. Oi, eu sou este que está na foto de camisa rosa.

    Super legal sua página

    Parabens.

  2. augustonobuteco

    Sérgio,
    é isso aí. Agora sabem por onde você anda, o que bebe e que bebe sozinho.
    Um abraço,
    Augusto

  3. Obrigado por ter feito tal divulgaçao.O lugar é simples como eu e toda freguesia. Parabéns pela sua página!

  4. augustonobuteco

    Marinho,
    qualquer dia passo porraí e lhe procuro.
    Augusto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s