03 de agosto – Escritório da Cerveja

DSC05263reduzida

Como a vida de blogueiro, a vida de dono de bar não é fácil. Quando chega a segunda-feira e todos ficamos pensando que estão descansando, lá estão eles, firmes nos bares, só que dos outros. A cada segunda-feira eles se reúnem, para se confraternizarem, em um bar. Eu passei o dia inteiro no escritório e à noite, como eles, fiz Hh (ainda bem que não é hora-extra e sim happy-hour) no Escritório da Cerveja, na Avenida General Olímpio Mourão Filho 800, no Planalto (3495-6183), a convite e na companhia do casal de amigos Osmar e Andréa e o filho deles, Filipe.

Não tive a oportunidade de provar os anéis de cebola crocante que acompanham bife de filé na chapa com condimentos, que disputou este ano, como estreante, do Comida di Buteco com o nome Boi Chapado.

Sem problema, pois estavam saborosos e feitos com muito zelo todos os petiscos que eram oferecidos, contra o pagamento de R$30,00 por pessoa, que ainda dava direito a bebidas (Bohêmia, caipirinhas e refrigerantes) e show musical. Tive que fazer muitas  opçõe. Cerveja ao invés de caipirinhas. Dos dois caldos oferecidos, pulei o de frango com catupiry e adorei o caldo verde. Entre a moela e a língua ao molho madeira com pãezinhos, fiquei com esta e foi outra escolha acertada. A mesa de frios, no melhor estilo de restaurante sofisticado zona sul, provei da batata redondinha, da alcachofra em conserva e do tomate seco, regado a azeite Borges. Abri mão, finalmente, do pastel de angu e dos bolinhos que não sei de eram e como estavam, mas entrei de cara pra trás no torresmo que estava no ponto.

O bar funciona em uma casa que já foi a moradia do Leo, antes que ele se casasse com a sua sócia e esposa Glenia, que conheceu em uma Saideira do Comida, informações que Andréa conseguiu em uma edição recente da revista do Verdemar. O que era a varanda, a sala e o quintal da casa está cheio de mesas, criando mais de uma ambiente para os fregueses. O bom gosto da decoração e a qualidade dos banheiros completam a qualidade do local.

Na saída, recebi convite do Bruno para conhecer o Bar do Popó, na mesma avenida. Me aguarde Popó! Vida de blogueiro não é fácil.

Anúncios

5 Respostas para “03 de agosto – Escritório da Cerveja

  1. Não é fácil, mas é boa!

  2. Filipe I. Lourenço

    Fala Augusto! Você perdeu os dois joelhos de porco. Aqui… O nome da esposa do Léo é Glenia e não Clenia (eu escutei o nome dela com G). No mais é isso. Continue a saga =]

  3. Caro blogueiro, a vida de comentarista de blog também não é fácil…hoje mesmo estou aqui em Arraial d’ Ajuda (BA), conferindo à beira mar, em noite de lua cheia, a quantas anda “nosso” blog…isso depois de jantar em um restaurante recomendadíssimo que fui conferir especialmente para enviar minhas devidas impressões a você, que fará posteriormente sua apresentação aos leitores. Só vou adiantar que saí de lá tão impressionada que não tenho dúvidas que vale destacá-lo aqui. No mais, fico por aqui, entre o mar, o bar, cerveja gelada, noite de lua cheia e a saudade dos Borges que ficaram nas montanhas…

    Juliana, diretamente do Saint Tropez Praia Hotel, localizado à beira-mar, por onde um dia passou Cabral, para a nossa felicidade!

  4. augustonobuteco

    Filipe, como eu disse, a vida não é fácil, pois – filosofando um pouco – viver é fazer opções e fazer opções é perder. Já acertei a grafia dos nomes. Augusto.

  5. augustonobuteco

    Juliana, não nos humilhe tanto. Já está reservado o dia, para seu texto. Estou aguardando. Augusto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s