Arquivo do dia: 12/08/2009

10 de agosto – Ali-ba-bar

DSC05287reduzida

Foi muito merecido o décimo primeiro lugar para o Ali-ba-bar com a Kafta Mineira ao molho Barack Obama (kafta ao molho, acompanhada de madioca cozida na manteiga-de-garrafa e couve mineira) e mais lascas de tâmara. Como deve ter sido merecido o primeiro lugar no Prato Doritos com o Nacho Árabe (queijo árabe temperado e Doritos).

Confesso que enfrentei o pesado trânsito do começo de noite da Avenida Contorno sem nenhuma esperança de encontrar boa coisa. Esperava encontrar uma kafta seca num espeto e mandioca cozida. Que nada! A kafta foi servida em formato de almôndegas, recheada com bacon (O que será que os árabes pensarão disto? Considerarão uma ofensa a Alá?) dispostas sobre um delicioso molho com acentuado tempero árabe. Dos deuses! sejam lá quais forem. A couve mineira e a tâmara estavam mais enfeitando que outra coisa, devido à ínfima quantidade disponível, mas o principal satisfazia ao mais exigente paladar.

Instalado na mesma esquina de Paracatu com Matias Cardoso 345, no Santo Agostinho, 3337-9114, a cinqüenta anos, estava aberto em plena segunda-feira graças à presença do CPT (Chefe desta Porra Toda), com os dois pratos concorrentes do Comida di Buteco e mais dez pratos árabes: tabule, quibe frito e cru, charuto de repolho, azeitona azapa, chanklish, chanklishada, berinjela no azeite, kafta no espeto e makdous.

Isto sim, o nome não é apenas um trocadilho, é mais um boteco com comida árabe.

Além do jiló ao vinagrete pode-se apreciar uma deliciosa xuranha (ops!), bolinho de carne moída com tomate e queijo a R$3,50 a unidade, caldos, as tradicionais porções e uma feijoada aos sábados. Todos os dias, para atender a clientela mais simples tem Mexidão e PF.

Encontrei o Gustavo perdido por lá e taquei serviço nele. O Marcinho Corrêa acertou quando elegeu este para ser seu bar.

Anúncios