Arquivo do dia: 13/08/2009

12 de agosto – Autêntico´s Bar

DSC05290reduzida

Coincidentemente encontro de novo com a couve frita que tinha conhecido ontem. Desta vez, como o próprio nome indica – Atrás da Moita – formava uma moita escondendo todo o conteúdo da panelinha que tinha carne de boi cozida, lingüiça defumada, pupunha e cenoura e alho poró; dois pãezinhos, sonolentos, acompanhavam o prato do Autêntico´s Bar, na Avenida Prof. Mário Werneck 895, no Estoril.

Não estava ruim não, mas o molho estava com um jeitão danado de sopa e a pupunha ficou tão escondida na moita que não encontrei nada. O melhor, depois da couve que vou tentar repetir em casa, é o estacionamento, já que o bar fica em uma das lojas inferiores de pequeno shopping.

Fui entregar ao Marcos a revisão da quarta parte do livro Quase Verdade, que será lançado em breve; reservem uns trinta e cinco reais para a compra do livro, cujo lançamento será divulgado neste espaço.

Comemos um pastel de angu, sortido, recheado com queijo que estava bastante honesto.

Mas, o bar, não vai fazer falta em 2010.

Anúncios

11 de agosto – Bar 222

DSC05289reduzida

Bem mais fácil que responder à clássica, intrigante e filosófica pergunta “quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?” é responder a esta outra:

– Quem nasceu primeiro, o bar ou o salão de beleza?

É fácil, mas eu me esqueci de perguntar. Só sei que se pode cortar o cabelo no salão à noite e ainda ganha uma lata de cerveja para beber enquanto seu cabelo é cortado. Fiquei na dúvida se era um salão de verdade ou era só decoração, devido à presença de uma estante cheia de livros no local e a ausência de pessoas à noite.

Também me esqueci de perguntar, para poder cumprimentar, quem teve a felicidade de pegar uma tirinha de bacon defumado, cru, enrolar em um pedaço de couve crua, espetar em um palito e fritar. E quem criou o molho feito com requeijão, alho, pimenta e limão? E quem foi que ajuntou algumas coxinhas fritas de frango e deu o nome de “Nas Asas do 222”?

Quem for ao Bar 222 na Francisco Deslandes 222, Anchieta (3287-7712), faça-me o favor de fazer estas perguntas e cumprimentar o artista. Quem for lá e quiser, além deste prato que concorreu no Comida di Buteco, tomar uma única Bohemia Weiss, terá que pagar apenas R$25,00, sendo dezesseis do prato, sete da cerveja e a gorjeta.

E prometo que não se arrependerá, mesmo que coxinhas de frango não sejam do seu agrado, pois estas vêm quentinhas e muito bem fritas. Sugiro que o molho seja utilizado apenas para viabilizar as coxinhas, pois a sensibilidade e a sutileza dos espetinhos de couve dispensam molhos.

Mas não quero saber quem teve a infeliz idéia de criar o drink Cerverinha (cerveja com cachaça), nem a Cerveríssima (cerveja com rum) e muito menos a Cerverodka (vocês imaginam com que), Cervehaeger (meu Deus!) ou a Cervequila (Jesus toma conta!), todas com suco de limão. Ainda mais agora que parei de tomar cerveja básica.

O bar tem uma carta de drinks bem extensa com 16 tipos – espero que saibam o que estão fazendo – um ambiente bastante agradável e mantém, no cardápio, os dois pratos que concorreram em 2007 e 2008.