Arquivo do dia: 19/08/2009

18 de agosto – Família Paulista

DSC05449reduzida

É fácil ser feliz. Ou se preferirem, é fácil estar feliz. Ou mais realisticamente, é fácil passar uma hora bem. A receita é: vá a Família Paulista, na Rua Luther King 242 no Bairro Cidade Nova (3448-4598), que fica localizado em uma pequena galeria e convive pacificamente com 3 butecos que, como se diz, pegam um barranco no movimento deles; cuidado que não abre aos domingos.

Escolha uma mesa na parte interna ou uma mesa na área comum da galeria. Se estiver com um grupo de umas doze pessoas, fique na grande mesa. Ou faça como eu que me sentei numa mesa alta com banqueta perto do balcão para ser melhor atendido. Escolha a garçonete Alcione e esqueça da vida.

   Em seguida peça a carta de cerveja e escolha, pela descrição de cada uma dos 18 tipos oferecidos, a que você achar que vai fazer a sua cabeça. Escolhi a que é uma das cervejas de trigo mais conhecidas do mundo e que é produzida seguindo a mesma excelência há mais de 600 com as melhores matérias-primas da Baviera alemã: a Franziskaner Hefe, saborosa e refrescante, custa R$12,00 ou 50% mais que a similar da Bohemia Weiss. Mas, como diz o Zé Maurício é mais lisérgica.

Depois escolha um dos 55 pratos oferecidos, entre caldos (feijão e mandioca), 6 pratos para almoço com feijoada aos sábados, sete tipos de pastéis, carne cozida, moela, língua, dobradinha, pé de porco, mandioca frita ou cozida, batata frita, peixe a palito, bolinho de bacalhau, casquinha de siri, 11 porções feitas na brasa, t+abua de frios, etc.

Ou se preferir escolha um dos cinco pratos concorrentes nos últimos 5 anos do Comida di Buteco. Fiquei com o deste ano que arrebatou o décimo primeiro lugar: Virando Mineiro (tutu de feijão em pequenos cubos, lombo, lingüiça, banana, couve e um ovo de codorna); tudo frito, arranjado harmoniosamente e com sabor bem equilibrado. Equilibrado? Sim, tudo gostoso.

Parabéns para o casal paulista Nicola e Marisa que estão sempre se esforçando para criar pratos com cara de Minas (Medalhão de Fígado de Jiló, Tributo a JK, Matula de Tropeiro, Sashiminas e Sushigerais) e, prestam um perfeito atendimento (até o agradável aroma do banheiro já está ficando famoso) na tentativa de trazer para BH a qualidade dos restaurantes “Família” de São Paulo.

E seja feliz!