28/11/09 – Rima dos Sabores

 

            O Rima dos Sabores, instalado há quatro meses no Prado – Rua Esmeralda 522 – veio para suprir, parcialmente, a falta que o Tavares ainda faz, depois de atender aos apreciadores de carnes exóticos por muitos anos.

            Com uma mesa reservada na varanda pelo telefone 3243-7120 cheguei cedo, na companhia dos experts Vilminha, Humberto e Chico, com ânimo para experimentar a maior quantidade de pratos que déssemos conta e intenção de fazer análise gastronômica. Outra mesa foi necessária quando chegou o restante do grupo.

            Começamos pelo nadante Filé de Cauda de Jacaré ao molho de damasco, cachaça e ervas, acompanhado de bolinhos de batata com recheio de ervas, enfeitada com alfafa e pimenta rosa. A carne do jacaré tem um gosto entre peixe e bacalhau e uma textura mais para o bacalhau. Não deixei que o garçom o que havia sobrado do molho e o comi com alfafa e pimenta. Estava bom de lamber o prato.

            Em seguida pedimos o saltitante Rã Empanada com ervas ao molho de Chantilly de Mostarda. Cada perna da rã, criada em cativeiro, aumentada pelo empanado, tinha o tamanho de uma coxinha de frango. O enfeite de alfafa com pimenta rosa foi repetido. A semelhança com peixe e a falta de personalidade da carne de rã (essa é do Chico) permite que até os mais chatos provem desta carne sem nenhum problema. A estranheza do molho compunha o prato e mostrava que os chefes do restaurante não estavam para brincadeira. E já no primeiro prato tínhamos percebido que a pimenta rosa não era enfeite e sim um complemento absolutamente adequado.

            Encontrar a cachaça “Salineira” no cardápio mostrava, ainda, que os donos entendiam também de cachaça. E isto foi comemorado com diversas doses dessa cachaça que oferece a melhor relação custo x benefício do mercado. Esta foi outra opinião do Chico que estava, nesta noite, inspirado.

            Aceitamos a sugestão da casa e experimentamos uma porção de lingüiça de lombo com jiló. O jiló aparece discreto deixando que a lingüiça continuasse ser  lingüiça, dando apenas um pequeno amargor que lhe conferiu personalidade própria.

            Com Marina e Cristina na mesa experimentamos o ruminante Búfalo ao molho de mussarela de búfala e tomates secos. O molho muito forte deixou a carne parecendo carne de boi e a falação da Marina nos fez esquecer de avaliação. Com a chegada do Daniel e Tetê – que tinham descoberto e sugerido o local –  repetimos o primeiro prato e eles ainda pediram uma porção de quibe de jacaré, que não cheguei a experimentar.

            O atendimento da Sandra e do Ronaldo é íntimo, personalizado, atencioso e profissional, dentro do limite da elegância e da sabedoria. A casa é enfeitada com material reciclado e vende alguns produtos feitos com este material.

            Fumamos, entre um prato e outro, o cigarro de palha Pradense com sabor de menta e que tem efeito expectorante, entre outros benefícios para a saúde.

            Se me permitissem uma crítica, eu retiraria o gorro de Papai Noel da cabeça dos garçons, apenas por não gostar deste tipo de artifício mercadológico.

            As 5 horas no restaurante custou a cada um R$47,00, junto com os chopps da Falke Bier de Ribeirão das Neves, da cerveja de trigo da Baker, das Heineken, das Salineiras o que é, convenhamos, uma bagatela.

Olha a pose da Tetê na cadeira, gente, na nossa noite de gala no Prado!

 

Anúncios

12 Respostas para “28/11/09 – Rima dos Sabores

  1. Augusto, aposto que você não sabe o que vou te contar agora:

    o Tavares é meu tio-avô, irmão de minha avó materna, Rosa Tavares Marques.

    Vivíamos lá aos domingos, e meu tio Tavares era uma peça rara. Saía da cozinha com um avental branco, engordurado da cabeça aos pés, com todos os cheiros de temperos possíveis e imagináveis agarrados à sua roupa, para nos receber com a maior alegria.

    Eu e a Júnia aventurávamos quintal a fora pra conferir os bichos que por lá estavam (imagina, naquela época não se usava pensar em modos politicamente corretos de preservar animais ou criá-los pro abate)…depois o tio nos enchia de moedas, o que achávamos a melhor parte do almoço. Imagina o que não diria o Gabriel!

    No Natal, ele sempre presenteava meus pais com a melhor leitoa que já experimentei.

    Sua ausência foi muito sentida por nossa família. Seu filho, Geraldo, não conseguiu manter por muito tempo o restaurante. Até tentou, em outro endereço, mas não foi pra frente.

    Lembrei-me dele dias atrás, exatamente por causa do blog, pensando que seria muito bom se lá pudéssemos passar para um registro.

    Fica aqui, de certo modo, a minha homenagem ao Tavares, que com certeza merece destaque neste blog.

    Quanto ao Rima, chamarei a família pra irmos até lá e ver se é possível matar um pouco a saudade do passado.

  2. augustonobuteco

    Juliana,
    acredito que vocês não vão se arrepender.
    Augusto

  3. Flávio Pimentel

    Caro Augusto, sou amigo da Juliana e foi ela quem me passou o endereço do seu site. Já faz 1 (boa!) hora que estou curtindo a leitura de suas experiências pelos butecos! Parabéns pela qualidade de sua escrita e pela disposição (e generosidade!) em comunicar ao público essas valiosas informações e vivências!
    Um abraço,
    Flávio

  4. Augusto, a pose foi minimamente calculada para o melhor enquadramento da mesa e de todos!! hehehe

    A noite foi realmente muito boa! os pratos uma delicia.. e a companhia nem se fala!
    Obrigada e ate a proxima!!!

  5. augustonobuteco

    Flávio,
    obrigado pelos elogios.
    Pretendo manter esta atividade até quando o fígado aguentar.
    Um abraço,
    Augusto

  6. O Flávio já está intimado a comparecer em uma de nossas saídas, acompanhado da Letícia, cujo namoro vi começar em noite de festa junina na Solar.

    Eles não só aproveitaram pra engatar o romance, mas pra treinar o que os pais gastam de fôlego nas barraquinhas de pescaria e tiro ao alvo nestas festas. Nesta noite o Gabriel aproveitou a disposição dos dois e os “alugou” literalmente como companhia. E eles foram “dez”…acho que a Letícia deve ter ficado bem impressionada com a disposição do Flávio com crianças e vice-versa, e devem ter pensado que a vida a três, no futuro, valerá a pena.

  7. Compareceremos com o maior prazer! Buteco é sempre um ótimo lugar para curtir romances e amizades!

  8. Que gracinha os 4 casais abraçadinhos!

  9. augustonobuteco

    Abraçadinhos, não. Aos pares, juntinhos. Faltou apenas você a Meg abraçadinhos.
    Augusto

  10. também ja esperimentei a lingüiça de jiló e adorei.
    recomendo a todos.

  11. Augusto,

    Estive hoje à tarde no Rima preparando o evento de sábado que vem: o “Trocando o Pé – uma via-sacra pelos bares da cidade”.

    Este ano vamos prestigiar o Bairro Prado e seria uma honra se você pudesse nos acompanhar.

    A “espinha dorsal” do evento será a Rua Turquesa, já que em suas proximidades temos o Amarelim na Francisco Sá, o Rima, o Agosto e o Elso na Esmeraldas e o Júlio na Turfa. Acho que fizemos uma boa escolha.

    O Rima estava fechado, mas o Juliano estava dando lá uma manutenção e abriu o lugar para que pudéssemos conhecer as dependências. Citei seu nome e o sorriso do moço ganhou proporção crocodilesca! Você parece ser bem-quisto na área, assim como o Daniel.

    Agende-se e apareça.

    Qualquer dúvida, o telefone continua o mesmo.

    Um abraço,
    Fabim.

  12. Julio Cesar

    Bom dia!
    Meu nome é Julio Cesar e sou o responsável por criar diversos tipos de linguiças.
    Tive um imenso prazer de poder entrar no site do restaurante Rima dos Sabores.Observei que vocês experimentaram
    a linguiça de jiló.Mais além da mesma temos outras linguiças especias, tais como: Lombo com provolone, Lombo com pimentões,
    Lombo com parmesão e Rúcula e Lombo com Beringela.
    E temos ainda cortes suinos defumados: Lombo, costelinha, bacon, pés, orelhas, joelhos e outros (sob encomenda).Todas essas iguarias são defumadas
    especialmente em forno a lenha.
    Se desejarem mando até o restaurante algumas porções das diversas linguiças para fazerem uma degustação.

    FAÇA SUA ENCOMENDA ATRAVÉS DOS TELS:
    (31) 2531-4200 – 3077-2049 – 8308-4570

    e-mail: linguicacaserira@gmail.com

    Qualquer duvida coloco- me a disposição para melhor atende- los.

    Um forte abraço,

    anteciosamente,

    Julio Cesar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s