19/5/10 – Bar do Rei

O jovem frentista de um Posto de Gasolina no Barreiro não sabia me informar onde ficava a Rua Aladim Correia de Faria neste bairro, mas foi rápido e preciso na resposta quando lhe perguntei onde ficava o Bar do Rei. Desta forma foi fácil encontrar no número 985 um bar com um bom aspecto, bem iluminado, com público mesclado de homens e mulheres, com umas vinte mesas e com garçons com atitude profissional.

Funcionando há três anos e meio, depois de um estágio no Bar do Zezé onde fez de tudo, desde lavar copo até cozinhar, o Reinaldo – daí o nome do bar – recebeu este ano o convite para a primeira participação no Comida di Buteco quando obteve um honroso sétimo lugar, depois que o Trem Apertado (R$26,00 – torresmo de barriga, lingüiça, almôndegas, isca de peito de frango, batatas, ovos de codorna e vinagrete de jiló) chegou ao conhecimento dos organizadores.

Como eu estava lá pra isso pedi o Jiló e Companhia composto de 5 jilós empanados e recheados com mix de carne e queijo Minas, acompanhados de batatas bolinha e salada em conserva que me custou R$16,00. Elogiei a coragem da Vânia – esposa do dono – que não hesitou em colocar o jiló na estrutura principal do prato, diferente de outros bares que optaram pelo jiló como acessório dos pratos.

É um prato farto, pra duas pessoas. O recheio de carne com queijo tirou o amargo do jiló, mas entendo que poderia ser tentada outra solução que não o empanado, para evitar o excesso de gordura desta fritura. A salada em conserva com grandes e muitos dentes de alho tentam equilibrar esta fragilidade.

Acredito não ter pedido o melhor prato da casa, quando deixei de lado o Trem Apertado ou a Carne Apertada (carne bovina cozida e frita) servida com mandioca ou batatas (R$16,00). Devem ser também muito boas as opções que são oferecidas em cada um dos dias da semana a R$8,00 a porção.

A minha alegria de voltar a butecar ficou quase toda no asfalto, quando parei em um semáforo na Avenida do Minério e vi um carro da polícia parar na minha frente e de dentro sair um policial atirando contra um carro que vinha sendo perseguido pela própria polícia que passou a toda velocidade por mim.

Logo agora que começo a admirar o Barreiro pelos seus bares me sinto empurrado para longe pela violência que, não é hoje, toma conta desta região.

Anúncios

Uma resposta para “19/5/10 – Bar do Rei

  1. Ufa! Ainda bem que ficou no “quase”!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s