11/06/10 – Lapa Multishow

Por questões de ofício e de parentesco fui à festa de lançamento do primeiro disco (vinil e CD) da banda de rock Dead Lover´s Twisted Heart no Lapa (Rua Álvares Maciel, 312, Santa Efigênia), marcada para começar às 22 horas. Sabendo como são esses horários cheguei às 23 horas para assistir o início do show a uma da manhã do outro dia.

O acesso custava R$20,00 (inteira) e não era permitida a saída quem quisesse voltar depois. A liberação de sair era feita apenas para quem fosse fumar e o tempo não poderia ser superior a dez minutos, mesmo assim deixando a carteira de identidade.

CD a dez reais, LP a vinte reais, camiseta a não sei quanto para um público predominantemente jovem. Os mais velhos, desacostumados com estilo do grupo, eram os pais, tios dos músicos ou amigos destes.

A baixa temperatura de Beagá, aliada à proibição de fumar no recinto, deixou o ambiente – que é absolutamente fechado para não incomodar vizinhança – bastante agradável. O salão, que já teve mesas e cadeiras nas laterais, é todo livre e as pessoas assistem o show em pé, permitindo que se aproxime do palco as pessoas que querem ver e ouvir melhor.

No cardápio constam porções de batatas fritas, de bolinho de bacalhau, de quibe, de bolinho de angu a R$12,00 cada, além de pastel assado, empadão de frango ou requeijão e hamburger a R$3,00. Mas acredito que isso não fazia a menor diferença, pois não vi ninguém comprando nada para comer.

Todos estávamos lá para assistir o show e bebíamos basicamente latas de cerveja (R$3,50). Whiskys, cachaças, martini, rum, vodka, campari, steinhaeger e o afrodisíaco catuaba com açaí estavam à disposição para espantar o frio e esquentar o ânimo. Também não acredito que alguém fosse beber os vinhos e os espumantes que constavam no cardápio.

Fui embora antes que a banda tocasse com outras cordas (violino, viola, violoncelo), metais (tuba, trompete, sax) e o acordeon da Sara. Fiquei sabendo que a combinação ficou muito boa.

Anúncios

2 Respostas para “11/06/10 – Lapa Multishow

  1. Estive lá, já era fã do Dead Lover’s, aumentei minha predileção pela banda e constatei que a Lei Anti-fumo pegou e os não fumantes ganharam o ar de ambientes fechados de volta…

    Algumas leis são interessantes, apesar de polêmicas…fiquei sabendo de uma que alguns salinenses andam querendo implantar. Se passar, vai causar um “rebu” danado na cidade…bem, essa é uma estória que não posso contar, é pra fora das páginas desse blog…que me desculpem os curiosos.

  2. Flavio Morais

    Lugar legal, Augusto!
    Muita música boa já rolou aí.
    Salve minha Santa Efigênia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s