08/7/10 – Café do Sol

Quando categorizado por mim, o Café do Sol pertence à categoria dos bares em casarões mas tem um pézinho na classe dos bares em quintais. Explico-me: você pode ocupar uma das mesas internas ou pode se instalar em uma das mesas externas à sombra da mangueira e da mexeriqueira do vizinho, espaço este liberado para fumantes. Mas aparece na categoria “Música ao Vivo” quando categorizado por revistas especializadas, com couvert a R$8,00, todos os dias.

O casarão tombado fica no começo do bairro Santa Efigênia na Avenida do Contorno 3301 (2552-5989) e teve muitos dias de glória no endereço anterior (Savassi) quando o proprietário era o lendário Didi. Os responsáveis pelos dias de glória atuais são três amigos com formação em gastronomia e música.

Servem algumas cervejas importadas, chopp da Kaiser e Heineken (R$3,20 e R$3,50) ou long-neck da Heineken (R$3,80), Skol 600 ml a R$4,80 e por aí vai. Com inflamação no ouvido, arrisquei-me mesmo foi na clássica porção de bolinhos recheados com gruyere (R$11,00 por dez bolinhos) e nas Iscas de Filé com molho de Gorgonzola e pães (R$24,00). Ficaram me devendo outra atração da casa: Burrata com pimentões , azeite temperado e pães. A minha cabeça estava preparada para entender pela boca e não pelo ouvido e não adiantou o garçom tentar explicar do que se tratava. Aproveitarei para experimentar a carne de lata com geleia de pimenta e pães (R$22,00).

Abre de segunda a sábado para o almoço e a partir das 18 horas abre para a noite. Nos domingos abrimos a tarde com uma atração musical. A programação musical é variada com um dia reservado para cada tipo de música.

A presença do porteiro impede entrada de estranhos atraidos pela existência da Praça Floriano Peixoto em frente e controla o pagamento através de distribuição de comandas individuais. Enquanto isto o Chico filosofando, cita: Alea jacta est! E traduz para os incutos: A jaca está lançada!

Estou aguardando o convite da minha amiga Cristina Magro para voltar lá e ocupar a mesa da diretoria.

Anúncios

2 Respostas para “08/7/10 – Café do Sol

  1. Senti saudades do Didi, achei que agora a cara é mais dos jovens do que dos experientes, como diria Marina, que lançou esta idéia…rsrsrs…

  2. augustonobuteco

    Juliana,
    cêlaví, como dizem os franceses. Rei morto, rei posto.
    Augusto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s