25/7/10 – Patuscada

Ajuntamento festivo de pessoas para comer e beber. Esse é o significado da palavra Patuscada que dá nome ao restaurante localizado no número 1548, 3213-9296, em um trecho muito sossegado da Avenida Bernardo Monteiro.

Funciona em uma casa antiga, pós casarão, com mesas na sombreada calçada que deve ser muito agradável para um happy hour, após abrir às 18 horas com um cardápio de dar água na boca: caçarola de músculo feito no vinho Malbec, costelinha defumada com jiló e plenta frita, filé a palito com molho de gorgonzola e fritas. No melhor estilo botequeiro.

Mas eu estava em outra. Estive lá após às 19 horas que era o horário a partir do qual poderia ser usado o cartão promocional de uma empresa de viagem, na qual ganha-se um prato de igual ou menor valor que o outro prato pedido. Eu fujo de promoção como o diabo da cruz pois sempre acho que vão me enganar.

Mas, que nada! Comi um dourado acompanhado de risoto de rúcula, queijo e pera. A Cristina teve mais sorte quando escolheu um linguado ao molho de espumante com legumes grelhados. Para beber, choppes da Bacher e sucos; achei que pedir vinho era cair na pegadinha. Mais um expresso, duas entradas e um petit gateau com sorvete transformaram a minha promoção numa despesa de, se me lembro bem, algo em torno de R$140,00.

Apesar da segurança que as muitas radiopatrulhas, estacionadas ao lado do restaurante, dão à sua saída do restaurante, elas não deixam de conferir um ar muito lúgubre à região. A proximidade com o que foi o antigo DOPS (não sei como se chama hoje) me deixa até hoje arrepiado quando passo por lá, lembrando das vezes que frequentei aquele ambiente atrás de um atestado de bons antecedentes.

E olha que sempre tive ficha muito limpa, a despeito daquele pernoite na Lagoinha no dia 6/10/70, após a comemoração da maioridade do Danilo. Nesta vizinhança muitos amigos tiveram encontro com finalidade bastante diversa. À força participaram deste ajuntamento forçado quando foram humilhados e torturados.

Penso que a melhor forma de nos remir, todos, é transformar este funesto endereço em um buteco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s