13/08/10 – Devassa

Se me fosse dado o direito de mudar o voto, talvez escolhesse o Devassa como o bar para o melhor happy-hour de Beagá. Ficar no espaço inferior virado para a Getúlio Vargas ou no espaço superior voltado para a Professor Morais vendo as pessoas estressadas dentro de seus carros deixa o chopp mais gostoso.

E olha que este expediente nem é necessário pois os quatro tipos de chopp (Loura, Ruiva, Mulata e Índia) disponíveis seguram tranquilamente a barra. Sem contar com a qualidade dos petiscos. Destaque para um pão italiano recheado com carne. Mas peço desculpas por não fornecer mais detalhes dos preços e características das bebidas e tira-gostos.

É que fui fui impedido de fotografar o cardápio, mesmo após explicar que a intenção era fazer uma descrição mais detalhada no blog dos pratos oferecidos, já que não existe esta informação na internet. Imaginem, teriam que consultar o Rio de Janeiro! Quando liberaram, os horários meus e do gerentes eram incompatíveis.

Também não entendi como um bar com toda esta categoria apresente precariedade no atendimento, atendimento este que já foi questionado e divulgado por um cliente pela internet. Os garçons se atrapalhavam no recolhimentos dos talheres deixando-os cair sobre os clientes, esqueciam os pedidos feitos e só o entregavam após reclamação e traziam o chopp diferente do solicitado.  Muito educados, mas ineficientes.

Deixei claro para o gerente que não concordava com o argumento dele de que o “mercado está muito ruim” pois o mercado de garçons existe  de fato. Se está um pouco mais caro que o normal pague e repasse para os clientes; não acredito que representaria muito nos preços. E existe tecnologia barata disponível para anotação de pedidos.

Pensando bem, talvez não mudasse meu voto, não. Meu conceito de bar é de um ambiente menos formal, com o dono ali presente resolvendo as coisas imediatamente e até com mais atropelos.

Anúncios

3 Respostas para “13/08/10 – Devassa

  1. Flavio Morais

    Sem falar que a moça da placa parece a do palitos Gina.
    Rssrsrs…

  2. Prezado Augusto, bom dia!
    Você ainda não me conhece, mas acompanho o seu blog desde meados de 2009, e já pude ler a maioria de suas postagens.
    Não sei se você aprecia e utiliza o Orkut, mas por lá sou um dos moderadores da Comunidade Comida di buteco BHZ, espaço este em que posto a maior parte das minhas opiniões sobre bares e botecos de BH.
    Surpreendi-me um bocado com o primeiro parágrafo deste post sobre a Choperia Devassa, no qual você diz que se pudesse mudar o seu voto trocaria o Barbazul pela Devassa . Não sei se pelo famoso e-mail a que se referiu (criticando o atendimento da casa) ou pela minha – confesso – aversão a choperias e barzinhos pausterizados, que utilizam a mesma fórmula para qualquer capital do Brasil. Contudo, no desenrolar da sua crônica, pude entender aonde quis – e conseguiu – chegar. E digo que concordo plenamente.
    Bar pra mim também tem que ter ALMA, e isto na maior parte das vezes passa sim pela presença do proprietário. Ainda não fui ao Devassa, mas já fui muito ao Barbazul, talvez exatamente por este motivo.
    Um grande abraço, e que você não se incomode com os meus comentários – às vezes rabugentos – daqui em diante.
    Pedrão

  3. augustonobuteco

    Pedrão,
    bem vindo. Fique à vontade para discordar das minhas opiniões. São com opiniões divergentes que vamos melhorar.
    Um abraço e obrigado.
    Augusto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s