5/6/11 – O Sentido do Gosto

No mercado desde 99, com uma loja na Rua Grão Mogol, 600, Sion, aberta todos os dias (3225-4510) e outra no Mercado Distrital do Cruzeiro (3225-0612) e com o título de melhor massa no XIII Festival Gastronômico de Tiradentes, o Sentido do Gosto armou barraca na Festa da Itália que ocorreu nesse domingo, na Avenida Getúlio Vargas.

Por R$15,00 comi num pratinho de plástico com talhares desse mesmo material, 180 gramas de Ravioli de Damasco com catupiry ao molho 4 queijos. Apesar das precárias condições para a prestação do serviço, que deixava o prato um pouco frio, comi uma massa digna de respeito. E torrei outros R$25,00 num prato de salumeria do Chiari.

Mas ninguém tinha o que reclamar, o dia em Beagá estava esplendoroso, com uma temperatura ideal para bater pernas na rua. Com a Avenida Getúlio Vargas sombreada e na companhia de amigos permaneci na Festa da Itália até que um friozinho nos espantasse. Se você não pode ir à festa não precisa se lamentar; por R$19,00 compra-se 500 gramas desse prato – ou outras 50 receitas – nos endereços indicados, até às 22 horas, ou pelo telefones no sistema de entrega.

Aplaudi a preocupação dos organizadores em incluir um trecho de rua dedicado a assuntos distantes da gastronomia. Livros e escolas ajudam a diminuir aquele aspecto nabesbo da festa. A música e a dança mostravam que a Itália é muito mais que pizza e macarrão.

A minha surpresa ficou por conta da quantidade de pessoas dispostas a enfrentar longas filas para pagar R$15,00 por um pratinho de uma massa Vilma ou R$18,00 por uma pizza de 10 cm de diâmetro, servidas em recipientes de plástico, após entregar um quilo de alimentos para ter acesso aos quarteirões fechados.

Como imagino que todos os fornecedores de alimentos vendem tão caro para pagar as taxas cobradas pelos organizadores, imagino quando deve render um evento desses. Com patrocínios de pesos, Fiat era um deles, e apoio da prefeitura e do governo estadual, com direito a presença do governador e de secretários de estado no palco e apresentação da banda de militares, a coisa ficou com cheiro de cosa nostra, com requintes berluconescos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s