16/7/11 – La Pasta Gialla

 

Com a recusa de liberação para eu fazer fotos no ambiente, sob a alegação de ser uma franquia, esgueirei-me no banheiro para, no recluso desse ambiente, fazer impunemente uma única foto possível: a da representação de um banheiro em miniatura, que me revelou com a máquina em punho no espelhinho.

Estava na La Pasta Gialla na Levindo Lopes, 96, Funcionários, que é uma franquia do chef Sergio Arno.

A entrada (Aracini de Pequi – 8 bolinhos – R$21,50) chegou muito saborosa, gentilmente servida em duas meia-porções, revelou toda a dificuldade de se utilizar o pequi. O sabor do pequi ficou tão dissimulado que quase não se notava. Daniel opinou: – Se é de pequi é pra quem gosta de pequi e deve ter gosto de pequi. – Achei ótimo a presença de uma pimenta inteira de forte picância no prato, já que não existe molho que a substitua.

E cada um deu o parecer sobre o prato que comeu:

Cristina deu a seguinte opinião sobre o Risoto de Tomate com Manjericão (R$39,00): “prato grande demais, deveria ter mais manjericão, os pedaços de queijo estavam muito grandes; menores ficariam mais derretidos. Estava bem saboroso”. Detalhe: grande demais é uma crítica.

André achou que a carne do seu Escalope Suino (R$43,40) estava dura, mas a massa estava gostosa, leve. E elogiou a presença do limão siciliano. E a Meg disse sobre o Risoto de Presunto ($45,90): – Saboroso, surpreendente, suave apesar dos ingredientes marcantes.

Daniel, que pretendia um elogio ao seu Gnocchi de Mandioca  (R$35,80), após raspar o prato, achou-o bem temperado para um nhoque, farto, mas sem surpresas, com sabores previsíveis.  Observe que farto aqui é elogio. Eu fiquei satisfeito em pagar R$R$35,00 para a Tilápia e não estava atento para o prato e sim para as companhias.  

Vale ressaltar a elegância simples – digo simples para significar sem afetação – do atendimento da Carla que, ao servir por duas vezes a Becker de Trigo (R$5,90 cada), anunciou sem titubear que não as comandaria por estarem um pouco congeladas. Elegância que repetiu ao se desculpar por esse mesmo fato na despedida.

 

Anúncios

2 Respostas para “16/7/11 – La Pasta Gialla

  1. Eu tiraria fotos na tora. Que iam fazer, tomar meu celular. Fanfarroes.

  2. Uai?

    Mas será o Benedito?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s