Imagem

Bombshell – 28.10.2012

Há muito estava curioso para entender os motivos que levaram meu amigos Nenel Neto, do blog Baixa Gastronomia, e mais outros três colegas a votarem no Bombshell – Rua Sergipe, 1395, Savassi, tel 8850-3627 – como o Bar Revelação desse ano. E fui lá sem me organizar, sem olhar horário de funcionamento, sem fazer reservas. Vindo de um aniversário, a procura de um buteco para fechar a noite, vi a placa e entrei.

 

Apesar da informação que a cozinha já estava fechada – era quase meia noite – e que não poderiam servir as indicadas Batatas Rosti (R$28), ofertada em 7 sabores. Apesar de saber que nenhum dos sete “quitutes” seriam servidos, não arredei pé do lugar. Fiquem sem conhecer, entre outros, os Cesta de Empada (R$11), Belisquete de Castanhas e Frutas Secas (R$11), Fritas com Bacon (R$15), Linguicinha com Mostarda (R$15) e Espetinho de Frango com Gergelim e Geléia de Pimenta.

 

Disposto a absorver a juventude que exalava daquele ambiente contentei-me em tomar apenas umas brahmas da Skol (R$6), deliciar com  o imenso sorriso da garçonete que não se incomodou com clientes retardatários, observar a meninada com seus copos apoiados em improvisadas mesas feitas com engradados vazios na calçada, como se usufruissem do melhor conforto e lembrar dos velhos tempos em que tinha vinte anos.

 

A questão da fome foi resolvida com uns pasteis e umas empadas que chegavam à mesa em sacos de papel trazidas do Rei do Pastel, que fica em frente e não fecha nunca.

 

Impressionou-me a simplicidade encontrada pelos arquitetos para transformar uma lojinha de penduricalhos em um bar que, em menos de um ano, já tem uma grande preferencia da população jovem.

 

Anúncios

Uma resposta para “Bombshell – 28.10.2012

  1. MARCELO BRANDÃO

    Oi, Augusto! Grande sacada seu comentário sobre o BOMBSHELL. Além do ambiente “descolado” e dos petiscos diferenciados (a Batata Rosti é boa mesmo!), o bar tem atendimento cordial, o que já é muito para um lugar que vive lotado. Outro diferencial do local são os drinques servidos. Quando voltar não deixe de experimentar uma das iguarias disponíveis na criativa carta do bar. Aqueles pastéis quebram mesmo um galho. Já utilezei da tática quando estive defronte no REDENTOR. Pena que quando você chegou, a cozinha do BOMBSHELL já estava fechada. E por falar em fechar, mas, ao mesmo tempo, mudando o foco, você ficou sabendo que o TIP TOP está à venda? Forte abraço, Marcelo Brandão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s