Concepção

 

Em meados de novembro, antes que a culpa que nos assalta com a proximidade com o final de ano me obrigasse a prometer qualquer coisa daquelas difíceis de cumprir, decidi, enquanto ia trabalhar, que em 2009 sairia mais para beber nos finais de tarde, como grande parte da população faz. À medida que ia pensando neste assunto ia dando mais corpo, mais importância e organização à minha idéia; decidi que seriam, no mínimo, 200 happy-hours em 2009. E seriam profissionais, ou seja, aconteceriam de segunda a quinta-feira. Fiz a conta de cabeça: 52 semanas x 4 dias por semana = 208. Isto quer dizer que eu teria 8 dias para matar o happy-hour, que seriam aqueles dias em que o Cruzeiro jogasse às 19 horas e eu ficaria sem tempo ou adoecesse.

 

Digo que seriam 200 happy-hours profissionais porque aquelas saídas, para jantar, com a Cristina, não poderiam ser consideradas. Happy-hour profissional tem que ser direto do serviço, com a roupa do serviço, antes, portanto, de passar em casa.

 

Pensei em não repetir nenhum bar como forma de variar bastante e ir, de preferencia, em bares que eu nunca fui. Não sei porquê mas a minha preferência era por bares pequenos, quase copos sujos, aqueles que são mercearia de dia e boteco de noite, em pé no balcão, aqueles que tem apenas torresmos como tira-gosto; não importava, eu estava a fim de descobrir estes lugares em Belo Horizonte.

 

Para não perder o resgistro, imaginei uma ou duas fotos em cada um dos botecos visitados e um texto. Será que este negócio pode virar um livro?, pensava. Fiquei um pouco incomodado em estar transformando os momentos de lazer, que era a concepção original, em momentos de trabalho, mas é assim que sei fazer as minhas coisas, misturando um pouco de lazer com um pouco de trabalho.

 

Finalmente, pensei em divulgar, semanalmente, os botecos em que eu estaria indo de forma a permitir a presença de amigos que engrossariam as histórias a serem contadas. Um dia ficaria reservado para sair sozinho, o local deste dia não seria divulgado. A história de fazer o blog foi do Daniel, e eu gostei já que era a forma de organizar tudo que eu tinha concebido.

 

O susto veio com o exame periódico feito no final de novembro; 400 de triglicérides. Pensei que teria que fazer happy-hours tomando água e alface de tira-gosto. Mas não será o caso, o triglicérides já baixou, está em 170. Eles não serão de arromba, serão apenas uma cervejinha (no diminutivo, pois poderá ser apenas uma latinha) e um tira-gostinho. E muita caminhada depois para preparar para o próximo dia.

 

Mas prá que tanto céu, prá que tanto mar? É assim que funciono. É uma forma de não me deixar de continuar, de não desistir. Na minha biografia estará escrito assim: o ano de 2009 foi o ano em que ele resolveu 200 happy-hours.

 

Estejam, portanto, todos convidados. Ah! Já ia me esquecendo, a conta é dividida.

 

67 Respostas para “Concepção

  1. Fala Augusto,

    saudações atleticanas kkkk,
    aqui muito bacana essa idéia, já está nos meus favoritos,
    depois vou te dar umas dicas para você implementar um feed para podermos ler no google reader, mas ta excelente! parabéns !

    Corvo

  2. Pedro Xavier (ou Pedro de Sara, né)

    Sara me apresentou o blog, e achei a idéia genial: poderei conhecer o que Belo Horizonte tem de mais abundante para oferecer — boteco. Já me tornei um freqüentador (com trema mesmo, apesar da nova ortografia, porque sou cri-cri) do site.
    P.S.: “Os bêbados” deram um ar inebriante ao site — he! he!.

  3. Alexandre e Vanessa

    Aqui em Araxá tem parentes seus que adoram um buteco. Assim que puder apresento-lhe o Bar do Betão. Recomendável!
    Um abraço,
    Alexandre e Vanessa Correa

  4. augustonobuteco

    Alexandre e Vanessa, não existem fronteiras para “augustonobuteco”. Araxá e Betão que nos aguarde. Um abraço.

  5. Augusto, me apresentando como comentarista oficial deste blog, eleita pelo André e aceita por você, vamos lá:

    Fiquei intrigada se o certo seria “buteco” ou “boteco”. Encontramos, ao longo do blog, alternações na escrita. Resolvi então consultar o Houaiss. A palavra “buteco” não foi encontrada…a outra significa:

    Boteco

    Datação
    1938 PD

    Acepções
    ■ substantivo masculino
    Regionalismo: Brasil.
    1 m.q. botequim
    2 Uso: informal, pejorativo.
    pequena venda tosca onde servem bebidas, algum tira-gosto, fumo, cigarros, balas, alguns artigos de primeira necessidade etc. ger. situada na periferia das cidades ou à beira de estradas; birosca
    3 Regionalismo: Bahia. Estatística: pouco usado.
    tosca barraca volante montada ao lado dos barracões nas feiras

    Etimologia
    regr. de botequim

    Sinônimos
    ver sinonímia de taberna

    Mas, segundo o “augustonobuteco”, a grafia é o que menos importa…

    Bom mesmo é ser feliz!!!!!

    Frase feita, prato feito, tiragosto feito, bebida feita, e os Borges feito meninos que ganharam um doce muito raro e muito bom de degustar…

    Que venham os “botecos/butecos” do Augusto…estaremos aqui, prontos a comentar!

  6. Juliana, esse cargo é seu e ninguém tasca!

    Inclusive, te sugiro não um cargo de comentarista, mas de blogueira!

    Vou tirar um dia inteiro pra ler todos seus comentários e vou arriscar comentá-los!

  7. Alexandre e vanessa

    Preciso do contato para enviar algumas fotos do festival gastronômico daqui de Araxá e do bar do Betão (com Gera Borges!!!!Especialíssimo!!!)

  8. augustonobuteco

    Alexandre, pode enviar as fotos para iglesiasborges@yahoo.com.br Vou conversar com a Juliana para ver se ela anima a escrever um texto sobre ao Bar do betão da perspectiva de quem fica de fora. Um abraço, Augusto

  9. Augusto, você que conhece vários bares em BH, qual que me indica? Sou de São Paulo e nossa empresa quer fazer um evento para 50 pessoas em um bar tipo boteco. Valeu. Um abraço.

  10. augustonobuteco

    Rodrigo, fiquei com uma enorme dificuldade para lhe indicar um bar aqui em BH, mas resolvi e indico sem medo de errar: Alambique Butiquim Mineiro – Rua Pium-í, 726 – Anchieta – Telefone (31) 3227-0801 – Veja detalhes no blog de 04 de junho. Augusto

  11. Ronan Marques

    Parabens Augusto!
    Sou de Uberaba, tambem sou um aciduo frequentador de botecos ou butecos, como queiram, nao costumo beber na segunda-feira,
    por sorte visitei o BLOG hoje, que e segunda, e me deu uma vontade de tomar uma e bater um papo com o proprietario no balcao, que hoje irei abrir uma excessao, amanha como nao e segunda-feira irei novamente.
    Um abraco a voce e a todos butequeiros.

  12. augustonobuteco

    Ronan, é sempre muito bom receber comentários de pessoas que a gente não conhece (ou pelo menos não lembra) e saber que o blog está incentivando as pessoas a refletirem sobre este assunto. Um abraço e obrigado pelo acesso e comentário. Augusto

  13. Ronan Marques

    Bom dia Augusto!
    E um prazer pra mim interagir com meus conterraneos mineiros.
    Augusto tenho uma musica relacionada a este tema, escrevi a letra e agente canta entre amigos, em razao da insistencia destes, deverei envia-la para um estudio para colocar arranjo,
    o titulo da musica e BOTECO DO MARCIN, que e o que mais frequento, gostaria de saber de voce se assim que ela estiver pronta eu posso envia-la pra voce, e seu puder gostaria de saber para qual e-mail posso envia-la.
    Obrigado pela atencao e um abraco.

  14. augustonobuteco

    Ronan,
    será um prazer conhecer sua música. Envie, por favor, para o iglesiasborges@yahoo.com.br. E onde fica este Bar do Marcin que mereceu esta música?
    Um abraço,
    Augusto

  15. Ronan Marques

    Boa tarde Augusto!

    Enviei para o endereco que me passou a musica da qual ti falei, com gravacao amadora, pois nao sou cantor, gosto apenas de compor algumas letras e registrar no clube dos compositores do brasil onde me associei, assim que eu mandar colocar arranjo e uma gravacao de melhor qualidade eu ti envio ok.
    Quanto a locolidade do bar do marcin fica em um bairro aqui mesmo em Uberaba, e um boteco de esquina mas com otimos fregueses.
    Tem todos os domingos um churrasco tradicional com variados tipos de carne, (16 kgs) o mesmo e patrocinado a cada domingo por dois fregueses ja pre relacionados em uma lista elaborada previamente pelo proprietario (Marcin), sendo aproximadamente 15 duplas que participam, ficando bastante em conta o tira gosto, a dupla que pagou neste domingo por exemplo so ira pagar daqui a 4 meses aproximadamente.
    Assim que eu tiver uma foto do bar eu envio pro seu blog ok.
    O proprietario normalmente esta com a cara fechada, mas e gente boa, com certeza tem seus motivos para isso, como vera na musica feita em sua homenagem.

    Um abraco.

    Ronan Marques

    Em tempo: No site http://www.clubedoscompositores.com.br tem uma musica que pedi pra colocar arranjo, por nome INERCIA, caso voce entre no site e so procurar no site onde fala PROCURAR NOSSOS ARTISTAS e colocar Ronan Marques, depois aparecera meu nome e so clicar em cima que vai abrir a pagina com a musica, ficaria honrado se voce a ouvisse, a letra tem uma bonita mensagem.

  16. augustonobuteco

    Ronan,
    escutei a sua “Inércia” uma única vez e precisaria escutar outras muitas para lhe dar um parecer mais adequado.
    Como não sou um expert em música, vou passar esta incumbência para a Juliana, que além de ser psicanalista, blogueira e cantora, foi contratada para fazer os comentários.
    Juliana, a bola está com você.
    Um abraço pros dois.
    Augusto

  17. Ronan Marques

    Obrigado pela atencao Augusto,
    ficarei aguardando o comentario da Juliana entao.
    Quanto ao e-mail com a gravacao amadora do boteco do marcin, voce recebeu ou nao, passei para o e-mail que me passou (iglesias).?

    Um abraco a todos.

  18. É isso aí. Assim se fazem blogues, com ideias e método. Amador profissional. A nova mídia livre, melhor do que qualquer indicação de jornal ou revista, tenho certeza. Cheguei aqui por indicação da Juliana, quase parei de ler quando falou em jogos do Zêro… Mas fui em frente. Um ano depois, está na hora do balanço, vou conferir se tem, acompanhar, se não tiver. E ler os posts. E aproveitar as dicas. Uma vez, há 14 anos, comecei um empreendimento semelhante com colegas de trabalho, mas interrompemos. Ainda não havia blog, mal mal internet… Ah, a gente se conhece por aí, sem prestar muita atenção um no outro: sou irmão da Rita, amiga da Juliana. Abraço.

  19. augustonobuteco

    Cara, tentei entrar no seu blog para, pelo menos encontrar seu nome. Não tive sucesso.
    Mas é isso aí, obrigado pelo incentivo. Ás vezes encontro com a Rita, que já minha professora de canto, e com o Marcos. Eles estarão, inclusive conosco no feriado de 8/12.
    Mas o mais duro é ter cunhado cruzeirense, não é cara?
    Um abraço,
    Augusto

  20. Augusto,
    quem apareceu aí pra te prestigiar é o Carlos, letrista de várias músicas da Rita que já interpretei.
    Só espero que a gente reative a parceria.
    Valeu, Carlos Cândido! Volte sempre.
    Juliana.

  21. Obrigado pela identificação, Juliana. Calbercan depois de assinar Carlos, que tem demais, Carlos Alberto, que também tem muito e até Carlos Cândido. Calbercan, por enquanto, só eu, que eu saiba. Esse endereço aí do wordpress eu ainda não usei, o que tenho usado é do blogspot.
    Ah, o Marcos é um cruzeirero bonzinho, não incomoda, não.
    Abraços.

  22. Olá Ronan,

    não consegui ouvir a música Inércia no site, mas a outra, Boteco do Marcin, eu escutei. Divertida, engraçada, traduz mesmo a vida dos butequeiros que acabam preferindo até mesmo serem abandonados pelas esposas do que abrir mão da mesa cativa.

    Agora, se o dono do buteco vai arrumar outra esposa pra seus frequentadores, isso já é conversa de bar, rsrs…

    Já pensou, seria um problema eterno…de bar em bar, quantas esposas seriam?

    Mas vá em frente, você tem futuro.

    E se alguém perguntar por você, diz que foi por aí,” levando um violão debaixo do braço”.

    Quer vida melhor?

    Volte sempre, Juliana.

  23. A concepção tá que tá!

  24. Ronan Marques

    Bom dia Juliana!

    Gostaria de agradece-la por ter tirado um pouco do seu tempo para ouvir a musica boteco do marcin, quanto ao site que contem a musica inercia e so acessar http://www.clubedoscompositores.com.br e no meio da pagina inicial tem a opcao NOSSOS ARTISTAS, coloque Ronan Marques e aparecera meu nome e voce tem que clicar em cima do nome novamente para abrir a pagina com a musica, ai e so clicar em cima do nome e ouvir, tem tambem mais em baixo um poesia que podera virar musica chamada SENSATEZ, caso queira ler e so clicar e ira aparecer a letra do lado.
    Juliana, tenho algumas letras mas nao sou profissional, so arranho o violao e nunca aperfeicoei minha voz, apenas gosto de escrever quando me vem inspiracao.
    Vou copiar aqui uma letra que gostei muito, quem sabe em uma hora dessas com o violao voceis coloca uma melodia e se divertem um pouco com ela, eu canto em G / D / D7, dedilhado, pois meus recursos sao poucos.
    Um abraco e mais uma vez obrigada pela atencao.

    Ronan

    Viagem da Saudade

    O barulho desse trem
    Pelos trilhos da saudade
    Foi levando em seus vagões
    Quem mi deu felicidade

    Sou induzido a viajar
    Neste som que e eterno
    Fecho os olhos e imagino
    Nossas noites de inverno

    Oi trem… Ate parece que tem vida
    Refrão Oi trem… Seja La de onde for
    Vem curar esta ferida
    Traz de volta o meu amor

    Sei que es grande e muito forte
    Mas menor que a saudade
    E mais fraco que o desejo
    De reviver minha mocidade

    Percebo sua partida
    Vem em forma de canção
    Sinto a vida dividida
    Machucando o coração

    Seu barulho vai sumindo
    Como o sol no entardecer
    Embalado vou dormindo
    Quero sonhar com você

  25. augustonobuteco

    Ronan,
    você já explicou que a música foi feita para o Bar do Marcim. E esta poesia foi feita pra quem?
    Augusto

  26. Ronan Marques

    Ola Augusto!

    Por incrivel que pareca essa ai nao tem uma atriz definida para fazer o papel de passageira do trem, mas pra quem gosta de viajar na imaginacao acredito ser uma boa pedida.

    Um abraco.

  27. Augusto, gostei tanto da tua história que resolvi contá-la no meu blog, segue o link: http://ogourmet.net/blog/?p=1178

    Um abraço

  28. augustonobuteco

    Nauri,
    e eu gostei tanto da homenagem que transcrevi no meu blog. Muito obrigado.
    Acho que você mora em Porto Alegre, não é mesmo?
    Pois não deixe de me procurar quando vier a Beagá que terei o maior prazer em lhe mostrar butecos.
    Avise com antecedência e venha, de preferência, no final de semana ou feriado pois trabalho a 100 Km daqui e fico lá de segunda a sexta.
    Um abraço,
    Augusto

  29. Adriana Murta

    Augusto, só recentemente descobri seu blog. Esta semana mais especificamente, mas não consegui deixar de visitá-lo e degustar suas aventuras rapidamente. Amante de butecos, assim como vc, e de grande parte dos meus conterrâneos belorizontinos, peguei carona em suas peregrinações pelos bares, butecos, restaurante…da cidade. Como vc tb admiro aqueles que por vezes são denominados “copo sujo” ou “cú sujo” pra’queles ainda mas pitorescos! Digo pitoresco porque é assim mesmo que sito os butecos e a sensação que me causa butecar! Bem, passei por aqui apenas pra dizer que gostei muito de suas andanças e da forma poética, ou quase epopéica, com que descreve seu prazer pelos butecos!
    Grande abraços.
    Adriana

  30. augustonobuteco

    Adriana,
    eu precisando de sugestões de buteco bons pra blogar. Você teria um que não está na roda?
    Obrigado pelos comentários.
    Um abraço,
    Augusto

  31. Adriana Murta

    Olá Augusto! Agora o que me vem a cabeça é o Peixe Frito, na rua Juiz de Fora, no Sto Agostinho, não sei o número, mas é quase já chegando na esq da Amazonas, do lado esquerdo da mão. Lá é um lugar bem arejado e gostoso. Tem cerveja gelada e é uma opção pra quem quer sair da carne, mandioca, torresmo… Tem porções bem gostosas com variedades em peixes e molhos pra acompanhar o pedido escolhido. Também servem refeições. O preço é legal! Acho que vale a pena conferir!!!
    Abraços,
    Adriana

  32. Adriana Murta

    Tem o Chopp da Fábrica tb, em frente ao hopital militar na contorno, vc conhece?

  33. augustonobuteco

    Adriana,
    obrigado. Vou neles a qualquer hora.
    Um abraço,
    Augusto

  34. Adriana Murta

    Olá Augusto. Vi a foto de sua última postagem e pensei: Vc tá em Tiradentes!? Na estrada velha, bem perto do primeiro marco da estrada real, tem um restaurante chamado Mãe e Filha que tem uma comida mineira de primeira! Eles fazem tb um pé de porco recheado que é dos Deuses, mas esse vc tem que encomendar com antecedência!Em São João tem um butequim que acho que vc pode gostar! Penna’s Bar (no bairro bonfim), aliás, em SJDR, parece que todo bar tem o ‘, ao estilo bem americano. Mas o bom mesmo é o Wilson’s Bar (opa!) o melhor torresmo que eu já comi!!! Tem tb uma língua cozida muito boa! Fica na saída da cidade pra quem volta pra BH, nas mangueiras…
    Abraços,
    Adriana

  35. Adriana Murta

    Pode ser Ouro Preto, né?! De qq maneira, me parece que está sempre por essas bandas…Fica a dica.

  36. augustonobuteco

    Adriana,
    é um prazer receber sua visita. Estou morando em Entre Rios de Minas que fica a cem quilômetros de Tiradentes.
    Me dá o endereço direito desse pé de porco que ando até mil quilômetros atrás dele.
    Um abraço,
    Augusto

  37. Adriana Murta

    Augusto, moro, nos fins de semana, em São João del-Rei e seria um prazer te levar ao Restaurante Mãe e Filha. Costumo brincar que estou na “ponte terrestre” BH-São João toda semana! Realmente esse pé de porco vale quilômetros rodados. Vou conseguir o telefone de lá pra qdo quiser, marcar o pedido com antecedência. O Mãe e Filha fica na Estrada Velha que vai para Tiradentes. Entre São João del-Rei e Tiradentes fica o município (o menor de Minas) de Santa Cruz de Minas. Esse restaurante está localizado nesse trajeto: São João- Sta Cruz- Tiradentes.. Você indo para Tiradentes por essa Estrada Velha (todas a chamam assim), era o caminho do ouro, você irá avistar uma cachoeira, a Bom Despacho, onde existe tb um marco da Estrada Real. O Restaurante fica a poucos metros dali. Você deve virar a primeira a esquerda depois desse ponto e dará de frente a uma capela, de Nossa Senhora Auxiliadora. O restaurante é aí!
    Abraço,
    Adriana

  38. Adriana Murta

    Augusto, o telefone do Pé de Porco Recheado:
    Restaurante Mãe e Filha: (032)33551663. Rua Ministro Gabriel Passos, Candonga, Tiradentes- MG.

  39. Procurando um Happy Hour de qualidade? Busquei vários bares pela cidade e agora sou um cliente assíduo do Almanaque Bar na Rua Pium-i no Bairro Sion, Cerveja geladíssima, atendimento de primeira qualidade, uma costela no bafo de tirar o chapéu… Lugar lindo com gente linda e atendimento vip. Virei cliente e indico a todos!!!

  40. augustonobuteco

    Rodrigo,
    busquei o endereço exato do Almanaque Bar na internet e vi que não se trata, propriamente, de um buteco, que é a minha busca principal. Mas anotei o endereço e qualque dia desses vou lá conferir esse lugar que tanto te encantou.
    Um abraço e obrigado pela dica.
    Augusto

  41. Olá, tudo bem.

    Gostei muito do seu blog, já cadastrei nos meus favoritos.
    Também tenho um blog de gastronomia, se chama O Gourmet – Aventuras Gastronômicas.
    Se você se interessar, insiro um link para a tua página no meu blog e você faz o mesmo na sua, o que acha.

    O link para o meu blog é http://ogourmet.net

    Um grande abraço e parabéns pelo seu trabalho!

    Nauri Ribeiro | ogourmet.net

  42. Olá Augusto!
    Seu blog é muito bacana, parabéns! Gostaria de te enviar uma proposta de patrocínio, você pode me enviar um e-mail de contato?
    Abraços,
    Claudia Villas Boas

  43. augustonobuteco

    Cláudia,
    eu lhe enviei um e;mail e nao sei se voce recebeu.
    De;me um retorno apenas para confirmar que voce recebeu minha mensagem.
    Um abraco,
    Augusto

  44. Davi Souza

    Finalmente conheci o blog do Augusto! O texto tem absolutamente a sua “cara”, e a proposta é mesmo muito bacana. A ideia das fotos de detalhes, e não aquelas fotos padrões de fachadas e etc., acabam sendo também um diferencial.

    Já pensou em contratar alguém para fazer um template profissional para o mesmo? Isso sai barato, e já estou aqui pensando quem em sua aposentadoria de suas outras e menos etílicas atividades seculares, este blog tem tudo para fazer sucesso e até gerar receita.

  45. Olá Augusto! Parabéns pelo seu blog, está muito completo e bem escrito! Eu estou fazendo uma pesquisa para a faculdade sobre donos de bar que atendem clientes, sabe aqueles típicos que estão sempre lá? Você, que deve conhecer um monte deles, podia me indicar alguns gente boa pra eu fazer uma entrevista?

    Agradeço muitíssimo! Um abraço!

  46. augustonobuteco

    Luiza,
    que honra! Saber que meu blog está servindo para pesquisa para faculdades, quem diria!
    Observe que todos os bares que lhe indico abaixo tem o nome do dono, ou seja, estão perfeitamente identificados com o dono; nesses casos o dono fica o tempo todo presente. Citei alguns que visitei mais recentemente e você consegue o endereço e o telefone nos meus textos:
    São eles: Bar do Mulão, Bar do Tonho, Bar do Xumba, Bar do Toninho, Bar do Marquinhos, Bar do Baiano, Bar do Popó e Bar do Bigode.
    Caso precise de mais alguma informação, fique à vontade, que terei o maior prazer em lhe ajudar.
    Um abraço,
    Augusto

  47. Muito obrigada pela resposta, Augusto! Vou procurar esses bares hoje ainda! Se der certo, é capaz da pesquisa virar documentário! Se eu precisar de alguma coisa, com certeza vou te perguntar! Um grande abraço!

  48. Olá, Augusto, tudo bem? Sou repórter da revista Encontro e gostaria de saber se toparia participar de uma matéria sobre tradições de botecos… Poderia me enviar um e-mail com seus contatos?
    Obrigado!

  49. augustonobuteco

    Vicente,
    será um prazer. Vou lhe mandar um e-mail com meus contatos.
    Um abraço,
    Augusto

  50. Boa tarde Augusto,
    Adorei nossa caravana e foi um prazer conhecer os irmãos (Augusto e Geraldo).
    abç.
    “Cunhado”

  51. augustonobuteco

    Vander,
    vamos organizar outra ida a butecos para aprendermos a beber enquanto as nossas mulheres estiverem aprendendo a cozinhar.
    Um abraço,
    Augusto

  52. Gustavo Mendonça da Mata

    Augusto. Ler seu blog é sempre um prazer. Não é raro eu lançar o nome de um bar no Google e cair aqui. E, estando aqui, ir navegando de bar em bar, relembrando os que já conheço e destacando aqueles que vção merecer minha visita.
    Por isso gostaria de colaborar fazendo uma indicação: Trattoria Sacra Famiglia. Uma pequena pizzaria no bairro Sagrada Família. É familiar, sendo o proprietário o pizzaiolo e estando sua esposa, a atenciosa Geórgia, sempre a frente da equipe de atendimento.

    O lugar é meio escondido. Digo isso porque, simples que é, para quem não conhece pode passar despercebido, talvez até como um buteco. Mas não se deixe enganar, as deliciosas pizzas valem cada mordida.
    Endereço: Av Petrolina, 800 Sagrada Familia. Funciona de terça a sabado, das 19:00 as 23:30.

  53. augustonobuteco

    Gustavo,
    obrigado pela dica. Qualquer dia desses apareço por lá e você verá as minhas impressões. As dicas de vocês são sempre muito bem vindas. É sempre tiro no alvo.
    Um abraço,
    Augusto

  54. Não sou revisor, mas li o texto até o final e encontrei um errinho …… foi o ano em que ele ///// resolver ///// 200 happy-hours. Abraço

  55. Parabéns pelo Blog! do mesmo “anônimo” acima.

  56. augustonobuteco

    Tá corrigido o erro que você indicou e outros que encontro a cada lida que dou.
    Obrigado,
    Augusto

  57. Sou amigo da Dani e simplesmente fiz de seu blog o meu guia para sair!

  58. augustonobuteco

    Você é amigo da Dani Corrêa ou do Dani Iglesias?
    Obrigado pelo comentário.
    Um abraço,
    Augusto

  59. Olá Augusto, tudo bem? Sou da Cachaça Salinas e gostaria de saber seu email, para que possamos nos comunicar. Obrigada!

  60. André Gomes

    Augusto, procurei um post sobre o Casa Cheia do Mercado Central?
    Já esteve por lá? Caso não, fui e gostei!
    Abraço.

  61. augustonobuteco

    André,
    como não? Já fui lá várias vezes. É o ponto máximo do Mercado Central. Eu apostaria todas minhas economias como já tinha escrito sobre esse local. Quando fui procurar, nada. Indesculpável.
    Não demorarei a corrigir esse deslize.
    Um abraço,
    Augusto

  62. Priscila Gabrielle

    Primeiro preciso confessar que estou enlouquecida com seu blog. Desde a idéia dos 200 happy hours até a sua forma peculiar de escrever sobre cada local. =) Belo Horizontina apaixonada que sou, e ex conhecedora de botecos, bares e afins – porque até então achava que conhecia muita coisa – fiz do seu blog uma referência! Parabéns e fique sabendo que me verás sempre por aqui!

  63. augustonobuteco

    Priscila,
    não faz isso que você me deixa encabulado. Essas opiniões impedem que eu desista.
    Benvinda! Um abraço,
    Augusto

  64. Doutor Augusto!

    tem muito tempo que não leio nenhuma aventura sua nos butecos de bh… é uma pausa, ou cansou mesmo? E existe um livro seu? adoraria mostrar pra muito amigo paulista como bh é uma cidade boa.

    abraço!

  65. Monica Maertens

    Augusto, tudo joia?
    Em qual e-mail consigo lhe contactar?
    Abraços
    Monica

  66. Guilherme Adolfo

    Isso mesmo Augusto, qual o seu e-mail para que possamos sugerir a sua visita a novos estabelecimentos de BH. Abraços…

  67. Gente, cadê o Augusto? Porque parou de postar? Será que não bebe mais? Tomara que esteja tudo bem e seja só um desânimo de escrever mesmo… o blog é fantástico.. uma referência pro butequeiro…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s